Amarrações, pactos, demandas e outras besteiras…

amarra2
Uma coisa que tem se tornado comum, principalmente em grandes cidades, e até mesmo revistas, são os anúncios como “ Faz todos os tipos de trabalhos, traz a pessoa amada em 7 dias, pacto de riqueza e etc.”
Vou tratar deste assunto relacionando-o com a Umbanda, já que a grande maioria destes trabalhos são atribuídos a pseudos Exus e Bombojiras, e os anunciantes se revelam como Umbandistas. Primeiramente, cabe destacar que pessoas que colocam tais anúncios em postes, jornais, muros, etc., não são médiuns Umbandistas. Isso porque, o Umbandista verdadeiro em nenhum momento irá “anunciar” a prática de trabalhos de qualquer espécie, visto que só pratica a caridade. Ainda, não cobraria por qualquer atendimento, pois a caridade não tem preço, devendo dar de graça o que de graça recebeu. Assim, como a mediunidade é um dom concedido por Zambi para ajudar o próximo e a nós mesmos, e por fim, a espiritualidade de luz que representa a Umbanda não se prestaria a fazer este tipo de trabalho.
Lugares como esses mencionado no texto são ambientes em que não existe luz. Apenas as trevas ali habitam, através dos Kiumbas (espíritos negativos, que muitas vezes se passam por Exus). Infelizmente, em nossa sociedade existem “terreiros” que se dizem de Umbanda, mas que praticam magias baixas, como as de amarração, destruição, desunião, etc. Tais lugares devem ser evitados por qualquer pessoa, visto que nada de positivo se alcançará ali.
Em um verdadeiro Terreiro de Umbanda, os espíritos ali manifestados jamais aceitarão praticar o mal contra quem quer que seja! Ao revés, procurarão orientar o infeliz que busca tais artimanhas que só o amor e a caridade valem a pena, e que nossos corações devem ser destituídos de qualquer sentimentos de ódio e rancor se quisermos evoluir.
Mas, como dito acima, em nossa sociedade são muitas as casas que estão entregues à maldade. Temos notícias de trabalhos de feitiçaria, magia negra, promiscuidade e bebedeiras, tudo dentro de uma casa que deveria ser de oração e respeito. Existem Terreiros que mais parecem baile à fantasia e até botecos do que uma Casa de Umbanda.
Por isso, caros irmãos, alertamos para que não acreditem em promessas fantasiosas. Não comprometa seu karma e sua existência procurando casas que praticam a maldade, que realizam amarrações e desuniões. Não acredite em casas onde não há doutrina ou que se baseiam em superstições e crendices sem comprometimento. Não joguem o dinheiro de seu trabalho com falsas promessas apoiadas em sentimentos mesquinhos.
Lembre-se, o verdadeiro Terreiro de Umbanda é um local de respeito e oração, local onde só se pratica a caridade e se prega a evolução. Qualquer lugar onde se faz “algazarra”, bebedeiras, evoca-se espíritos inferiores e praticam magias para prejudicar alguém não são casas de Umbanda, mas sim casas de magia negra e devem ser evitadas e até denunciadas para as autoridades competentes. Devemos combater o “estelionato espiritual”.
Em tempo tudo que está escrito vale também para aos diversos Cultos de Nações, pois o 8º Mandamento de Ifá diz o seguinte:
“Wón ní kí wón ma fi ìkóóde nu ìdí”. (Não mudem ou revelem os ritos sagrados, fazendo mal uso deles).
Não se deve utilizar o conhecimento da magia para prejudicar a quem quer que seja.
A prática do mal, invariavelmente, apresenta resultados mais rápidos, mas conduz a caminhos tortuosos que não têm volta. Da mesma forma, aquele que se utiliza destes poderes visando unicamente auferir vantagens econômicas, está em desacordo com os sagrados ditames e será responsabilizado por isto.
Mukuiu N’Zambi! (Que Deus os Abençoe!)

This entry was posted in Doutrina. Bookmark the permalink.

2 Responses to Amarrações, pactos, demandas e outras besteiras…

  1. Jean says:

    Oi, eu gostaria de fazer um pacto e queria tua ajuda, espero resposta

    • Mukuiu N’Zambi! Desculpe mas eu não faço este tipo de trabalho. Nossos objetivos devem ser alcançados dentro do nosso merecimento, e não comprados através de pactos. Este tipo de trabalho dificilmente traz resultados, e quando funcionam a cobrança lá na frente e tão grande que só traz arrependimento. Entenda, minha missão é auxiliar espiritualmente quem me procura, e não posso deixar armadilhas futuras a ninguém. Assim não faço este tipo de trabalho, mesmo que me ofereçam dinheiro.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s