QUALIDADES DE OYÁ

iansan_carybe

Senhora dos ventos, dos tufões, das nuvens de chumbo e tempestades. Senhora das águas do seu rio Níger, onde é cultuada. É também a senhora dos Eguns (mortos). Possui nove qualidades, mais 04 qualidades de culto Igbalé (culto aos mortos), sendo elas:

Qualidades:

Oyá Petu – Possui fundamento com Xangô. Chamada de Oyá dos raios. Tem ligação com os ventos e as árvores. Nesta passagem Oyá convive com Xangô e sempre vem antes dele para anunciar sua chegada.

Oyá Topè – Ligada a Xangô. Tem fundamento com Ogum e Exu e seus assentos ficam no tempo. Veste-se de branco e em alguns Axés é tratada como uma Oyá Igbalé.

Oyá Kará- Tem fundamento com Xangô e é ligada ao fogo. É a Oya que carrega o Ajerê fervendo em sua cabeça na cerimônia do “Acarajé de Oyá”.

Oyá Senó ou Sinsirá- Muito rara. Possui fundamentos com Ayrá e Yemanjá.

Oyá Leié- .Fundamento com Yewá, ligada ao vento e aos pássaros. Suas vestes são estampadas.

Oyá Biniká – Fundamento com Oxumaré e Omulu, é a senhora dos ventos quentes.

Oyá Onira – Ligada às águas doces é também uma grande guerreira. Tem grande ligação com Oxum Opará, a quem ensinou a lutar. Seus fundamento são com Ogum, Oxaguiã e Obaluayê, sendo muito perigosa. Também possui ligação com o culto a Egun. é a Rainha da cidade de Irá, veste-se de rosa.

Oyà Bagan – Qualidade guerreira que tem ligação com os ventos e com as matas fechadas. Tem fundamentos com Ogum, Oxóssi e Exú com quem come. Também é ligada com Egun.

Oyá Olokere Olokuerê – Fundamento com Ogum e Oxóssi. É uma qualidade muito guerreira e caçadora.

Oyá Ijibé ou Ijibí- Tem fundamento com Oxalá e veste-se de branco. É a Oyá do vento frio.

Oyá de Culto Igbalé:

Conta um Itan que quando o pai de Oyá morreu, ela dançou durante 7 dias em homenagem a seu saudoso pai. Vendo esse ato de amor, Olorum deu a Oyá o poder sobre os mortos e ela se tornaria Senhora do culto a Egugun. Sendo assim estava criado o axexê.
Outro Itan conta que certa vez houve uma festa com todas as divindades presentes. Omulu chegou vestindo seu Azê de palha, e nenhuma mulher se dispôs a dançar com ele devido às chagas que ele escondia embaixo da palha. Oyá, no entanto, atirou-se na dança com o Senhor da Terra. Tanto girava Oyá na sua dança que provocava vento, e o vento de Oyá levantou as palhas e descobriu o corpo de Omulu, fazendo que suas feridas voassem ao vento e caíssem ao chão transformadas em pipoca. Omulu se mostrou belo e seu corpo brilhava como a luz do sol. Como recompensa Omulu dividiu o seu Reino com Oyá, fazendo dela a Rainha dos espíritos dos mortos (Eguns).
Estes itans fundamentam as qualidades de Oyá Igbalé que são quatro:

Oyá Tanan ou Furé – Igbalé que recebe os mortos. Tem fundamento com Oxalá e Nanã. Veste-se de branco e mariwo. Ligada aos bambuzais.

Oyá Funan – Igabalé que separa e encaminha os mortos. Tem fundamento com Oxalá e Nanã. Veste-se de branco com mariwo, podendo as vezes usar azul-claro. É ligada ao centro dos bambuzais.

Oyá Padá – Igbalé que ilumina o caminho dos mortos. Tem fundamento com Oxalá, Omulu e Nanã. Suas vestes são brancas com mariwo. Como todas as Igbalé é ligada aos bambuzais.

Oyá Egunita – Igbalé que vive e caminha com os mortos, suas vestes são brancas com mariwô, tem fundamento com Oxalá e Nanã, e é ligada aos ventos e também aos bambuzais.

This entry was posted in Doutrina. Bookmark the permalink.

One Response to QUALIDADES DE OYÁ

  1. thaina says:

    adoro minha mãe de cabeça oya dona dos ventos raios e trovão

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s